(11) 5891-5536/5515-5151 WhatsApp +5511 97499-2943 secretaria@colegioguarapiranga.com.br

O Triste dia do atleta profissional

O Triste dia do atleta profissional
Por: Ricardo Ferreira

Já pensou em ser atleta profissional? Eu já.

No Brasil para chegar a ser atleta profissional, a pessoa precisa de muita força de vontade. Lutar contra tudo e contra todos e, caso consiga, ainda tem um duro caminho pela frente.

Não existe apoio ao esporte, a estrutura da Olimpíada de 2016 está sucateada, o Bolsa Atleta teve cortes. Sem estrutura e sem leis de incentivo, qualquer um que consegue deve ser chamado de herói.

Mas a memória do brasileiro também deixa a desejar. Os nossos pioneiros nos esportes, como Maria Esther Bueno e Gustavo Kuerten no tênis, Fernando Scherer e Gustavo Borges na natação ou Aurélio Miguel e Rogério Sampaio no judô, e tantos outros que caíram no esquecimento.

As dificuldades enfrentadas são tantas, que me admira alguém ainda sonhar em ser atleta (a não ser que seja no futebol).

Professor Ricardo Ferreira.